24.8 C
Juruá
segunda-feira, maio 27, 2024

Governadores da Amazônia Legal assinam Carta Rio Branco, na capital do Acre

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Durante o 27º Fórum de Governadores da Amazônia Legal, os governadores e representantes dos nove estados da Amazônia Legal reuniram-se no plenário do auditório do Departamento de Trânsito do Acre – DETRAN, em Rio Branco.

O objetivo da reunião seria para dar por lidas as cartas elaboradas pelas câmaras temáticas de 7 setores que se uniram na última quinta-feira, 12, para pontuar ações para o desenvolvimento amazônico e preservação do meio ambiente, como também, assinar seu conteúdo.

Participaram da assinatura da Carta Rio Branco o ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome do Brasil, Wellington Dias; o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar do Brasil, Paulo Teixeira; Gladson Cameli, governador do Acre; Helder Barbalho, governador do Pará; Mauro Mendes, governador do Mato Grosso; Clécio Luiz Vieira, governador do Amapá; Carlos Brandão, governador do Maranhão; Laurez da Rocha Moreira, vice-governador do Tocantins; Tadeu Souza – vice-governador do Amazonas; Sérgio Gonçalves, vice-governador de Rondônia; Márcio Granjeiro, secretário de agricultura de Roraima.

De acordo com o presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal, o governador Helder Barbalho (Pará), os participantes foram essenciais para o fechamento e assinatura da Carta Rio Branco. “Eu agradeço especialmente a estes participantes das câmaras temáticas que realmente se debruçaram sobre os temas com discussões e debates que estão retratados na Carta Rio Branco”, agradeceu.

Além disso, Helder anunciou o 28º Fórum de Governadores da Amazônia Legal no Estado de Rondônia, marcado para a primeira semana de agosto, a convite do vice-governador do estado, Sérgio Gonçalves.

Ainda durante o evento, o governador do Acre, Gladson Cameli, destacou a singularidade e a importância da ocasião. “Estamos vivendo aqui um momento ímpar de esforços para a diminuição das diferenças. Não posso deixar de agradecer ao presidente da república, Lula, que em nenhum momento tem virado as costas. Nos momentos em que mais precisamos, por meio de seus ministros, sempre esteve presente”, disse ele.

- Publicidade -
Copiar