32.5 C
Juruá
quinta-feira, junho 20, 2024

AC é o 2° Estado que mais abriu empresas nos primeiros 4 meses do ano

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

O Acre é o segundo Estado que mais abriu empresas nos primeiros quatro meses de 2024, registrando 2.658 novas pessoas jurídicas de janeiro a abril. O primeiro é o Mato Grosso. Os dados são do Mapa de Empresas, do Governo Federal.

Nesse mesmo período, foram fechadas, 1.550 PJs, e 1.108 seguem ativas. O aumento total é de 5,2% em comparação ao mesmo período do ano passado -e de 31,6% em relação ao último quadrimestre de 2023. Atualmente, o Acre possui 42.923 empresas ativas.

Por outro lado, o número de empresas fechadas chegou a 1.550, número que, proporcionalmente, põe o Estado entre os que mais fecharam empresas no período. Quanto ao tempo para se abrir uma empresa, no Acre leva-se um dia para formalizar o CNPJ. Distrito Federal, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Goiás, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Paraíba, Mato Grosso, Piauí e Ceará também registraram tempo médio de abertura abaixo de 1 dia

Em nível nacional, no primeiro quadrimestre de 2024, foram abertas 1.456.958 empresas, o que representa um aumento de 26,5% em relação ao último quadrimestre de 2023 e aumento de 9,2% quando comparado com o primeiro quadrimestre de 2023. No mesmo período, foram fechadas

854.150 empresas, aumento de 24,4% no quantitativo de empresas fechadas se comparado com o último quadrimestre de 2023, além de aumento de 15,5% em relação ao mesmo período em 2023. Os resultados revelam um saldo positivo de 602.808 empresas abertas, com um número total de 21.738.420 empresas ativas.

O estado do Mato Grosso foi o que apresentou o maior crescimento percentual de empresas abertas no primeiro quadrimestre de 2024, com aumento de 33,7% em relação aoúltimo quadrimestre de 2023, além de aumento de 8,7% em relação ao primeiro quadrimestre de 2023. Por outro lado, o estado da Bahia teve o menor aumento: 16,3% em relação ao último quadrimestre de 2023, além de apresentar aumento de 1,9% em relação ao primeiro quadrimestre de 2023.

O tempo para abertura de empresas no País é, em média, de 21 horas, com queda de 6 horas (22,2%) em relação ao final do terceiro quadrimestre de 2023, além de queda de 9 horas (30,0%) em relação ao final do primeiro quadrimestre de 2023.

Sergipe foi a unidade da federação que apresentou o menor tempo de abertura de empresas neste primeiro quadrimestre de 2024: 6 horas, com queda de 4 horas (40,0%) em relação ao último quadrimestre de 2023. Já o estado do Pará registrou o maior tempo de abertura de empresas no Brasil: 1 dia e 11 horas, representando um aumento de 7 horas (25,0%) em relação ao último quadrimestre de 2023. Destaque para Aracaju, que foi a capital mais ágil na formalização de novas empresas, com tempo médio de apenas 1 hora. No outro extremo, Belém teve o desempenho mais baixo, com tempo médio de 3 dias e 2 horas em média para abrir um novo negócio.

  • Por Edmilson Ferreira, do AC24horas.
- Publicidade -
Copiar