34.6 C
Juruá
segunda-feira, julho 15, 2024

AC: MS vai investir R$ 1,2 milhão em ações de saúde bucal nas escolas

Por Tácita Muniz.

- Publicidade -

O Ministério da Saúde anunciou, no último dia 19, que vai destinar ao Acre R$ 1,2 milhão para ações de fortalecimento da saúde bucal nas escolas públicas. A iniciativa pretende atender 178 mil estudantes matriculados no ensino básico (educação infantil e fundamental), por meio de 147 equipes de saúde bucal no estado. O dinheiro cai direto na conta dos municípios e cabe à Secretaria de Saúde (Sesacre) assessorar e orientar os gestores municipais quanto ao direcionamento do montante.

Sesacre assessora e orienta municípios quanto ao recurso destinado à saúde bucal. Foto: Odair Leal/Secom

“O município pode aderir de forma voluntária, tendo que ir ao portal da APS [Atenção Primária à Saúde], fazer sua inscrição e assinar um termo de compromisso. O recurso vai cair direto no Fundo Municipal de Saúde e o papel do Estado é fazer o assessoramento aos coordenadores e secretários municipais;”, explica Christiane Lopes, coordenadora de Saúde Bucal do Estado.

A ação faz parte de um plano nacional que abrange um investimento total de R$ 187,8 milhões em todo o país. A expectativa é alcançar 26 milhões de estudantes com idades entre 3 e 14 anos em 5.055 municípios brasileiros, por meio de 31,2 mil equipes de saúde bucal.

Com os 20 anos de comemoração da Política Nacional de Saúde Bucal, o Ministério da Saúde está com várias ações e uma delas, segundo a coordenadora, foi o aumento do financiamento aos estados. No Acre, há um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) tipo 2, com adesão da pessoa com deficiência (PcD) e um  Laboratório Regional de Prótese Dentária (LRPD). A gestora informou que o aumento do recurso mensal foi de 180%.

No CEO, o valor repassado era de R$ 11 mil e agora é de R$ 30,8 mil e a LRPD, que antes era R$ 7,5 mil e passou para R$ 11.250 mil. “Houve um aumento também de 100% no repasse a esses serviços que têm adesão a um incentivo de atendimento a uma pessoa com deficiência. Com certeza, o incentivo financeiro reflete diretamente na melhoria do serviço e, consequentemente, na melhoria do atendimento ao usuário do SUS. Esse governo tem tido uma sensibilidade muito grande com a saúde bucal e a gente espera cada dia mais oferecer um serviço de melhor qualidade ao usuário. Nosso dever como equipe do governo é cuidar das pessoas”, destaca.

- Publicidade -
Copiar