32 C
Juruá
quarta-feira, junho 12, 2024

Ações europeias caem após avanço da extrema direita no Parlamento Europeu

Por Veja Abril.

- Publicidade -

As bolsas europeias recuam nesta manhã, o primeiro pregão após a eleição para o Parlamento Europeu. As urnas mostraram um avanço da extrema direita no continente, ainda que a maioria continue a ser formada por partidos de centro político.

Acontece que a vitória expressiva da extrema direita na França fez o presidente do país, Emmanuel Macron, dissolver o parlamento e convocar novas eleições no país, uma manobra considerada arriscada, de acordo com analistas políticos ouvidos pela Bloomberg. Daí a incerteza que pesa sobre as ações o índice principal da bolsa de Paris recua mais de 2% nesta manhã. O euro também cede ante o dólar.

O dia já começaria no negativo, de qualquer maneira. A semana começa com agenda de indicadores fraca, mas será marcada pela reunião do Fed, que divulga sua decisão sobre taxa de juros na quarta-feira.

Na sexta, dados robustos do mercado de trabalho dos EUA fizeram investidores retirarem suas apostas para uma primeira queda de juros na reunião de setembro, levando a um tombo nos mercados financeiros. A queda persiste nessa manhã, com os futuros das bolsas americanas operando em queda. O EWZ, fundo que emula a bolsa brasileira em Nova York, opera em queda de 0,14%.

A notícia boa para o Brasil é uma recuperação do petróleo, que avança e tenta recuperar o patamar de US$ 80 por barril. Os papéis da Petrobras também sobem nesta manhã em Nova York. A manutenção da alta dependerá do resultado da reunião na nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, com o presidente Lula e o ministro Fernando Haddad.

Além disso, investidores acompanham a mudança nas expectativas para a economia medidas pelo Boletim Focus, isso após o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, ter manifestado preocupação com o aumento do pessimismo do mercado.

- Publicidade -
Copiar