34.6 C
Juruá
segunda-feira, julho 15, 2024

Aventureiro é resgatado após ficar 10 dias perdido em montanhas nos EUA e revela como sobreviveu

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Um americano revelou ter sobrevivido durante dez dias perdido em montanhas da Califórnia à base de água e frutas silvestres. Lukas McClish, de 34 anos, saiu para uma caminhada de três horas pela paisagem de Santa Cruz, no último dia 11 de junho, e foi dado como desaparecido depois de não comparecer à festa de Dia dos Pais da família, no dia 16. Com os recentes incêndios florestais na região, parte dos marcos históricos que orientam os aventureiros foi destruída, e ele se perdeu.

Em entrevista a veículos de imprensa americanos, McClish contou que se concentrou em consumir ao menos, por dia, 3,8 litros de água, que ele coletava com a ajuda de sua bota. Com o passar dos dias, sentiu fraqueza e passou a colher as poucas frutas silvestres que encontrava pelo caminho.

O desaparecimento de Lukas McClish mobilizou as autoridades da região de Santa Cruz. Os bombeiros receberam uma série de relatos de pessoas que ouviam alguém pedir socorro nas montanhas, mas demoraram a estabelecer exatamente onde ele estava. O aventureiro foi encontrado após uma varredura da área com o drone do Gabinete do Xerife de Santa Cruz.

Fotos divulgadas pela imprensa local mostram o reencontro emocionado do homem com parentes. Lukas McClish estava sujo e debilitado, mas não tinha ferimentos graves, de acordo com as autoridades.

Numa entrevista a uma afiliada da ABC News, McClish disse que saiu para caminhar com “apenas um par de calças, um par de sapatos de caminhada e um chapéu”.

— Eu tinha uma lanterna e uma tesoura dobrável, como uma ferramenta Leatherman. E foi isso — lembrou ele. — Eu apenas me certifiquei de beber um galão de água todos os dias, mas depois, chegando perto do fim, meu corpo precisava de comida e algum tipo de sustento.

Lukas McClish agradeceu ao trabalho dos serviços de resgate e disse que não sairá para caminhar pela natureza de novo tão cedo.

— Fiz caminhada suficiente provavelmente para o resto do ano — destacou.

O Globo

- Publicidade -
Copiar