32.4 C
Juruá
sábado, junho 22, 2024

Dona de casa é encontrada morta dentro de cobra gigante

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

A dona de casa Farida, de 45 anos, estava desaparecida desde a noite de quinta-feira (6/5), quando saiu para ir a um mercado perto de sua casa, em Kalumpang, uma província agrícola na Indonésia. A mulher foi encontrada morta dentro de uma cobra Píton de 5 metros, quase dois dias depois de sumir.

Preocupado com o desaparecimento da esposa, Noni, marido de Farida, reuniu alguns moradores locais para procurá-la. Após algumas horas, uma cobra Píton gigante, com volume na barriga, foi encontrada. “Abrimos a barriga e apareceu a cabeça de Farida”, disse o chefe da aldeia Suardi Rosi à AFP”. Veja o momento:

A cobra teria cravado os dentes na perna da mulher, se enrolado em seu corpo e a sufocado. O animal engoliu todo o corpo de Farida, que foi retirado do estômago, enrolado em um lençol e levado pelos aldeões.

A mulher deixou o marido e quatro filhos. “Sinto muito por ter deixado minha esposa sair sozinha. Se eu estivesse com ela naquele dia, a cobra não teria ousado tocá-la. Sinto muito pelo sofrimento que ela passou. Sinto muito pela nossa família”, lamentou Noni.

Outros casos

A Indonésia é conhecida por ter uma grande população de cobras Píton que vivem em florestas remotas e se alimentam, geralmente, de animais selvagens. O caso de Farida é o quinto desse tipo no país, desde 2017.

Em 2022, Jahrah, de 54 anos, desapareceu enquanto coletava borracha em uma plantação na província de Jambi. A mulher foi encontrada por moradores locais dentro de uma píton gigante, dois dias depois de seu sumiço.

Já em 2018, outra mulher foi comida viva por uma Píton. Wa Tiba, de 54 anos, desapareceu enquanto verificava sua horta, na ilha de Muna, na província de Sulawesi. Uma grande busca foi montada pela população local, que encontrou as sandálias e o facão da mulher. Um dia depois, uma píton gigante foi vista com a barriga inchada a cerca de 30m de distância de onde estavam os pertences de Wa Tiba.

Confira o vídeo na reportagem completa do metrópoles

Fonte: Metrópoles

- Publicidade -
Copiar