32 C
Juruá
quarta-feira, junho 12, 2024

‘É a bênção que a gente pedia há anos’, diz mãe de paciente sobre oferta de exame de ressonância magnética com sedação, no Juruá

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Abraçada ao filho Cristhian, de 3 anos e meio, a cruzeirense Cleidiana dos Santos celebrou, na última quinta-feira, 6, a oportunidade de a criança realizar o exame de ressonância magnética com sedação, em Cruzeiro do Sul, onde a família mora. “É a bênção que a gente pedia há anos”, comemorou, minutos antes de o filho ter acesso à sala onde foi instalado o aparelho, no Hospital do Juruá.

Abraçada ao filho, Cleidiana Santos celebra a chegada de um novo tempo para a Saúde no Vale do Juruá. Foto: Marcos Santos/Secom

O procedimento, com uso de anestesia, é indicado para pacientes que apresentam fobia ao equipamento ou para pessoas com agitação, como é o caso de crianças diagnosticadas com transtorno do espectro autista (TEA), como o pequeno Cristhian.

As palavras da genitora resumem-se em gratidão, ao governo do Acre, pela aquisição do aparelho de ressonância magnética, entregue recentemente à população do Juruá. Um investimento de quase R$ 7 milhões, fruto de emenda parlamentar. “Em Rio Branco, a dificuldade para realizar o exame era imensa. Além de gastos, que na maioria das vezes a família nos ajudava a bancar, o procedimento demorava. Aqui, não. O meu filho realizou o exame e em poucos minutos nós estaremos em casa. Estamos muito felizes”, afirmou.

Dispositivo permite exames mais precisos de doenças. Foto: Marcos Santos/Secom

Com a aquisição do dispositivo, cerca de 300 pacientes por mês passaram a contar com diagnóstico preciso de doenças, por meio de exames com imagens detalhadas e de alta qualidade de estruturas internas do corpo. O investimento representa um largo passo da administração estadual no processo de descentralização dos serviços de saúde aos acreanos.

Diani Carvalho: “Um novo tempo para a população do Juruá”. Foto: Marcos Santos/Secom

Diani Carvalho, gestora local da Secretaria de  Estado de Saúde (Sesacre), ratifica: “A política da gestão Gladson Cameli, por meio dos esforços do secretário Pedro Pascoal, atende diretrizes do Sistema Único de Saúde, com o objetivo de fortalecer as regionais do estado. A iniciativa transforma a realidade das regionais, como é o caso do Vale do Juruá, que avança de forma significativa na concentração da oferta de serviços. É um novo momento, em que a população testifica os avanços na prática”.

- Publicidade -
Copiar