30.9 C
Juruá
domingo, junho 16, 2024

Educação do Estado lança projeto Simula Enem

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esportes (SEE), lançou nesta segunda, 10, o Simula Enem, uma série de simulados do programa Pré-Enem Legal, com o envio das provas para todas escolas urbanas e do campo de ensino médio da rede estadual.

Capa da prova do Simula Enem. Foto: Arquivo/ Divisão de Ensino Médio da SEE

Ao todo, são quatro simulados que serão aplicados em junho, agosto, setembro e outubro, respectivamente. Os três primeiros em formato digital e o último, em formato físico, simulando o dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A aplicação do primeiro simulado de 2024 será entre os dias 17 e 21 de junho.

O objetivo é aprimorar as experiências dos estudantes da rede. A plataforma usada na aplicação das provas será a Google Forms. A ferramenta permitirá a tabulação dos resultados em tempo hábil, possibilitando às equipes gestoras fazer intervenções pedagógicas mais direcionadas às necessidades dos estudantes. Para as escolas do campo ou de difícil conectividade, o teste será disponibilizado em formato Word.

Alunos poderão usar os tablets para fazer as provas digitais. Foto: Mardilson Gomes/SEE

Cada avaliação será aplicada conforme os cadernos do Enem, divididos por áreas do conhecimento, com 15 questões de cada área e uma proposta de redação. Além disso, em cada turma será observado se há alunos com necessidades especiais para que sejam feitas as adaptações necessárias a garantir o acesso ao teste, assegurando que todos os estudantes possam participar de maneira adequada e equitativa.

Para o secretário de Estado de Educação, Cultura e Esportes, Aberson Carvalho, o Simula Enem representa um salto na qualidade da educação oferecida pelo Estado e demonstra um compromisso com a inclusão, ao prever adaptações para estudantes com necessidades especiais. “Ao utilizar ferramentas digitais, as equipes gestoras podem identificar rapidamente as áreas que necessitam de intervenções pedagógicas, garantindo um apoio mais direcionado e personalizado aos alunos”, avalia.

- Publicidade -
Copiar