30.9 C
Juruá
domingo, junho 16, 2024

Mesmo com investimentos no PAC das universidades, professores da UFAC mantêm greve

Por Nicolle Araújo, dO Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Nesta segunda-feira,10, o presidente Lula anunciou um investimento de R$ 5,5 bilhões para o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Universidades, como medida para encerrar as greves das instituições de Ensino Superior. A Associação dos Docentes da UFAC (Adufac) comemorou a medida, no entanto, os profissionais seguem com a paralisação.

“Esse anúncio de hoje atende a nossa reivindicação por recomposição dos orçamentos das universidades e institutos. Contudo, ainda não contempla a nossa reivindicação por recomposição salarial e reestruturação da carreira”, explicou Letícia Mamed, professora e presidente da Adufac. Segundo ela, nesta terça-feira (11) será realizada uma nova assembleia para discutir e balancear as negociações realizadas entre o governo federal e a reitoria da UFAC.

O investimento de R$ 5,5 bilhões anunciado pelo presidente inclui R$ 3,77 bilhões para as universidades federais e R$ 1,75 bilhão para os hospitais federais. Além disso, haverá 10 novos campus, contemplando as cinco regiões do país. Durante uma reunião com os reitores das universidades federais nesta manhã, Lula cobrou o fim da greve: “Não há muita razão” para a greve na educação estar “durando o tempo que está durando”.

Além disso, o Novo PAC tem como foco principal a assistência estudantil, com a construção de novos refeitórios, moradias, centros de referência e de convivência, e garante R$ 60 milhões para a implantação de cada novo campus, com R$ 50 milhões destinados às obras e R$ 10 milhões para aquisição de equipamentos.

No total, R$ 3,17 bilhões são destinados a 338 obras nas 69 universidades federais, além da retomada de 95 e a conclusão de 20 que já estão em andamento. Com isso, mais de um milhão de estudantes universitários serão beneficiados.

- Publicidade -
Copiar