30.9 C
Juruá
domingo, junho 16, 2024

MPF discute estratégias para enfrentamento do crime organizado no Acre

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Nesta quarta-feira, 05, o Ministério Público Federal (MPF) deu início a uma Reunião de Trabalho dos procuradores da República criminais do Arco Norte. O evento pretende ser finalizado nesta sexta-feira, 07 e busca soluções e estratégias para o enfrentamento do crime organizado.

Dessa forma, o objetivo da iniciativa é promover o debate e a integração entre procuradores da República e promotores de Justiça que atuam no combate à criminalidade na região conhecida como Arco Norte, envolvendo os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima.

Um dos temas discutidos na reunião foi a capacidade de adaptação e evolução das organizações criminosas na Amazônia, ao longo do tempo. As facções entendem que o crime ambiental é um crime de menor potencial, menos grave e acabam crescendo nas práticas criminosas, lavando o dinheiro com madeira, extração mineral, gado e outros crimes.

Nesta ocasião, o procurador Carlos Frederico enfatizou a necessidade de inteligência e cooperação. “A integração entre os ministérios públicos da Amazônia Legal e as unidades do MPF na região é fundamental e deve ser incentivada. Além disso, novas ferramentas e estratégias devem ser desenvolvidas para combater efetivamente as organizações criminosas e proteger a sociedade”, disse.

Segundo ele, o fortalecimento do intercâmbio entre as áreas criminais e os Grupos de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaecos) nos estados é um exemplo de iniciativa dentro do MPF.

- Publicidade -
Copiar