30.9 C
Juruá
domingo, junho 16, 2024

Whindersson Nunes desabafa sobre saúde mental e revela ser vítima de abuso

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

O último domingo (02/3), Whindersson Nunes, um dos humoristas e influenciadores digitais mais conhecidos do Brasil, usou as redes sociais para compartilhar um longo e pessoal desabafo sobre sua saúde mental. Utilizando o X/antigo Twitter, ele revelou detalhes de uma fase extremamente difícil de sua vida.

[O texto a seguir contém conteúdo sensível envolvendo abuso, suicídio e saúde mental]

 

O anúncio inicial veio ainda durante a tarde, quando Whindersson informou que às 20h publicaria um relato profundo sobre sua tentativa de suicídio. “Hoje, às 20h, eu boto aqui meu relato sobre a minha única tentativa de suicídio, os porquês, onde, como, com o que, doa a quem doer”, escreveu ele em um post feito às 14h11.

Em uma série de tuítes, que começou com um alerta de gatilho, Whindersson explicou que cuidaria das palavras para minimizar o impacto, mas que seria direto em sua intenção de ajudar aqueles que se encontram em situações parecidas. “Os próximos tuítes são fortes, mas quem me conhece sabe kkkkkkk que eu cuido um pouco. Vou tentar ser o mais incisivo sobre meu relato de dar um fim a minha vida, focar menos nas coisas tristes e mais na parte massa. Minha intenção é ajudar com isso, às vezes é foda”, começou.

“Não estava triste, não era dia de discussão no Twitter, era um dia normal. Mas eu tava indignado com uma notícia que vi aqui”, explicou Whindersson, destacando que o episódio não teve relação com suas ex-companheiras, Luísa Sonza e Maria Lina. “Quero dizer que não tem a ver com minhas ex-parceiras. Luísa está bem, trabalhando e namorando um rapaz bonitão e com trabalho. Maria tá empreendendo e, recentemente, me ajudou no Rio Grande do Sul… Então, por favor, não relacionem porque realmente não tem nada a ver com meus relacionamentos.”

Segundo o humorista, a tentativa de suicídio foi impulsiva e envolveu a arma de um amigo, que acabou não funcionando. “Alerta relato forte com arma de fogo, se for sensível a isso, por favor, pelo meu filho, apenas avance pro próximo tuite, eu posso te ajudar, ou ligue 188, conversar faz bem, esse número funcionou em 2 momentos terríveis pra mim”, alertou o influenciador antes de descrever o momento.

Whindersson também revelou que foi vítima de abuso na infância, algo que nem sua mãe sabia. “Eu já tive problemas com abuso quando eu tinha 6 anos, minha mãe vai saber disso agora eu acho.. A Maria e a Luísa sabem, foram meus relacionamentos de casar e tal, dividir todas as dores né, também e tal, dividir um pouco o fardo. Nenhuma delas nunca usou isso pra me atingir, graças a Deus, isso eu sempre tive muito medo de falar.”

Em uma mensagem final aos seus seguidores, Whindersson enfatizou a importância de procurar ajuda profissional e encontrar apoio em terapias. “Nem todos têm condição de ficar de psiquiatra em psiquiatra. Caso você possa, encontre alguém com um olhar de cura mesmo. Desejo muito que você curta esse mundo que, além de muita podridão, tem muita coisa massa”, aconselhou.

Veja a thread completa:

Você nunca está sozinho e há sempre pessoas prontas para te escutar. Inclusive, o CVV (Centro de Valorização da Vida) funciona 24h e oferece apoio emocional de maneira voluntária e gratuita. Para entrar em contato, basta ligar 188 ou entrar em contato com o serviço pelo chat ou por e-mail.

- Publicidade -
Copiar