34.6 C
Juruá
segunda-feira, julho 15, 2024

Com um dos menores números de médicos ativos, Acre terá mais 13 vagas do Mais Médicos

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Com um dos menores números de médicos ativos no país, o Acre terá mais 13 vagas do programa Mais Médicos. A informação foi confirmada pelo Ministério da Saúde (MS) após publicação de novo edital no Diário Oficial da União (DOU) dessa segunda-feira (1º).

De acordo com o ministério, as vagas serão distribuídas entre nove municípios. Ao todo, o edital abre mais 3.184 vagas para todo o país.

Ainda conforme o MS, será concedida bolsa-formação de R$ 14.058 por mês, por um período de até 48 meses. As inscrições vão até as 18h de sábado (6). Do total de vagas, 20% são reservadas para grupos étnico-raciais, e 9% para pessoas com deficiência.

As vagas para o Acre serão distribuídas entre os seguintes municípios:

  • Assis Brasil – 2 vagas (50% para cota étnico-racial)
  • Cruzeiro do Sul – 2 vagas (50% para cota étnico-racial)
  • Rio Branco – 2 vagas (ampla concorrência)
  • Sena Madureira – 2 vagas (50% para cota étnico-racial)
  • Feijó – 1 vaga (ampla concorrência)
  • Manoel Urbano – 1 vaga (ampla concorrência)
  • Marechal Thaumaturgo – 1 vaga (ampla concorrência)
  • Porto Walter – 1 vaga (ampla concorrência)
  • Rodrigues Alves – 1 vaga (ampla concorrência)

“Podem participar da seleção profissionais brasileiros, brasileiros formados no exterior ou estrangeiros, que continuarão atuando com Registro do Ministério da Saúde (RMS). Os médicos brasileiros formados no Brasil continuam a ter preferência na seleção”, informou o ministério.

O governo informou que, com o novo edital, o país terá 28 mil médicos atuando pelo programa.

Poucos profissionais

O Acre voltou a ficar na lista dos estados com menos médicos ativos do país. O estado acreano tem 1,82 médico por mil habitantes, ou seja, são 1.542 profissionais para uma população de 830.018 moradores.Além do Acre, aparecem na lista os seguintes estados:

  • Amapá: 1.133
  • Roraima: 1.225
  • Acre: 1.542
  • Tocantins: 4.265
  • Rondônia: 4.449

Apenas o Amazonas não está incluindo no ranking. Os dados integram a pesquisa batizada de “Demografia Médica” e consideram dados verificados até janeiro de 2024.

O Brasil tem 575.930 médicos ativos, uma proporção de 2,81 por mil habitantes, a maior já registrada no país, de acordo com levantamento divulgado na segunda-feira (8) pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Ao g1, a presidente do Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC), Leuda Dávalos, destacou que houve um aumento significativo no número de médicos ativos no estado, contudo, há uma concentração desses profissionais em Rio Branco. Apenas 24,5% estão no interior.

“No interior, onde a carência é bem mais evidente, é preciso focar não apenas em aumentar quantitativamente o número de médicos, mas também em garantir uma distribuição equitativa para garantir acesso igualitário aos serviços de saúde em todo o estado”, destacou.

Outra grande preocupação ressaltada pela presidente é a migração dos profissionais do estado para outras cidades das unidades federativas. Em 2022, um levantamento do Conselho Federal de Medicina (CFM) mostrou que quase 63% profissionais do Acre optam por trabalhar em unidades de saúde de outras regiões do país após a graduação.

  • Fonte: g1 AC.
- Publicidade -
Copiar