30.7 C
Juruá
sexta-feira, julho 19, 2024

Esposa mata o próprio marido durante brincadeira com arma de fogo

Por Redação O Juruá em Tempo.

- Publicidade -

Uma tragédia ocorreu na manhã deste sábado (29) quando Jeanson Geovane da Silva, mais conhecido pelo apelido “Gegê”, brasileiro de 28 anos, faleceu em sua casa, localizada ao lado da cidade de Cobija, após o que parece ter sido uma brincadeira fatal com uma escopeta. O incidente, que ocorreu próximo à fazenda El Cedro, na estrada de Povinir, no município de Puerto Rico, envolveu sua esposa, identificada apenas pelo sobrenome Da Silva.

Segundo relatos, a esposa de Jeanson enviou um áudio e fotografias para sua sogra, admitindo ter assassinado seu companheiro. Ela alegou que o disparo foi acidental durante uma suposta brincadeira com a escopeta, resultando em um ferimento fatal no tórax de seu marido.

Este incidente levanta várias questões, além das circunstâncias que levaram ao acidente. As alegações de disparo acidental precisam serão investigadas para determinar a veracidade dos fatos e se houve negligência ou outras causas envolvidas.

Os áudios e as fotografias enviados pela esposa podem ser evidências cruciais para as autoridades bolivianas, que já estão conduzindo uma investigação para esclarecer todos os detalhes e tomar as medidas legais apropriadas. Após o incidente, a esposa de Jeanson fugiu e seu paradeiro atual é desconhecido, o que complica ainda mais o caso e pode indicar uma tentativa de evitar responsabilidades legais.

As autoridades estão intensificando os esforços para localizar e deter a esposa fugitiva. A investigação deve prosseguir para esclarecer completamente as circunstâncias do incidente, verificar a veracidade das declarações feitas pela esposa sobre o disparo acidental e determinar se há necessidade de acusações criminais ou outras medidas legais.

O Ministério Público está investigando a morte de Jeanson Geovane da Silva. O promotor Gunar Zeballos mencionou que estão realizando a autópsia legal do corpo para esclarecer as circunstâncias da morte e identificar os responsáveis, garantindo justiça para a vítima e seus familiares.

Informações O Alto Acre

- Publicidade -
Copiar