“A reforma da Previdência precisa ser aprovada até sexta-feira”, declara Gladson Cameli

No início da tarde desta quarta-feira (6), foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal a proposta de emenda à Constituição (PEC) que permite a inclusão de estados, Distrito Federal e municípios no novo regime de previdência da União, instituído pela reforma da Previdência. Com isso, o governo considera a aprovação da Reforma da Previdência do Estado de suma importância nos próximos dias.

O motivo da pressa do governo em aprovar essa PEC polêmica é claro: conseguir fazer com que o estado possa de uma vez repassar a venda da dívida do Estado ao Banco do Brasil, que inclusive, já passou no parlamento.

“Eu tenho até sexta-feira para resolver a minha reforma, pois é o prazo que tenho para vender a dívida”, ressaltou o governador Gladson Cameli.

O regime de previdência nos estados caso venha a ser aprovado, deve economizar dos cofres públicos R$ 350 bilhões em 10 anos.