Acre soma 166 casos de câncer em crianças e adolescentes em 6 anos

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) divulgou nesta quarta-feira (4) os dados da incidência do câncer infantil nos Estados, colocando o Acre entre os três de menor incidência.

Pela avaliação da SBP, entre 2013 e novembro de 2019, os Estados que registraram maior número de diagnósticos foram São Paulo (8.257), Minas Gerais (4.038), Paraná (2.897) e Rio Grande do Sul (2.720). No outro extremo aparecem Amapá (com 69 diagnósticos), Roraima (109), Sergipe (151) e Acre, com 166 casos.

Em nível de País, a situação é preocupante. Todos os dias, mais de 20 crianças e adolescentes (com idades de zero a 19 anos) são diagnosticadas com câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A SBP chama a atenção para a necessidade do diagnóstico precoce da doença que mais mata nesta faixa etária. Ao analisar os dados apresentados pelas Secretarias Estaduais de Saúde ao Painel de Monitoramento do Tratamento Oncológico (Painel-Oncologia), do Ministério da Saúde, a SBP identificou que mais de 41 mil crianças e adolescentes receberam resultados positivos de exames para identificar neoplasias entre 2013 e novembro deste ano.

  • Por Edmilson Ferreira, do AC24horas.