Alerta! Bolívia perde quase meio milhão de hectares para incêndios florestais

As autoridades da Bolívia, que faz divisa com o Brasil, vem tentando arranjar alguma foram de combater os incêndios que assolando a região centro do País. Foi registrado que a região do estado de La Paz, que vem afetando vários locais, principalmente no município de Roboré, próximo a fronteira com Corumbá, no Mato Grosso.

Até o momento, foi registrado que uns 470.000 hectares de bosques e campos foram afetados, afetando principalmente a zona rural. O trabalho do exercito boliviano está intenso afim de evitar que esse fogo possa chegar na zona urbana.

A seca e fortes ventos vem ajudando as chamas de queimas provocadas pelo homem, registrando grandes números de focos nos últimos dias. A preocupação por parte das autoridades, fez com que o presidente Evo Morales sobrevoasse as regiões afetadas.

Os setores de fiscalização do País estão trabalhando para identificar e processar essas pessoas que tenham ateado fogo, causando esses incêndios e destruição. A escassez de chuva está sendo um dos causadores e grupos defensores da natureza, acusa o Governo de ser ‘mão aberta’ para ajudar nas atividades agrícolas e os fazendeiros.

Foi informado que na semana passada, o presidente teria suspendido as atividades nos estados de Beni e Santa Cruz, com intuito de evitar novos focos de incêndios florestais pelo País.

Como consequência desses incêndios, grandes nuvens de fumaça vêm cobrindo parte do País e estado do Brasil, como o Acre, Rondônia e até da região central. O governador acreano, Gladson Cameli, publicou na semana passada no Diário Oficial, o ‘Estado de Emergência’, proibindo qualquer tipo de queima no Estado.

Com informações do Alto Acre