Antônia Sales recomenda que Gladson não pegue corda de ‘puxa-saco’ e não brigue com MDB

A deputada estadual do MDB na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Antônia Sales, usou a tribuna da Casa para afirmar que o MDB não tem interesse em “derrubar” o secretário de Infraestrutura, Thiago Caetano, e para afirmar que comentários que tentam colocam o partido em rota de colisão com o governador Gladson Cameli (PP) são plantados, segundo ela, por ‘puxa-sacos’ de plantão que até recentemente apoiavam o grupo político que faz oposição ao atual chefe do Executivo. A deputada recomendou que Cameli não pegue corda de ‘puxa sacos’.

Antônia Sales afirmou que espera que Gladson não se deixe levar pelo que classificou como comentários maldosos e lembrou que o MDB sempre o apoiou.

“Nós o apoiamos para deputado, senador e governador enquanto estes que hoje estão puxando saco atrás de cargos estavam do outro lado, contra o senhor. Ficaremos do seu lado, a menos que o senhor diga que não quer mais o apoio do MDB”, diz.

Antônia Sales deu ainda um conselho a Cameli. “Governador, afasta-se dos ‘puxa-saco’ de plantão. A maioria vieram de outros partidos. Não ‘pegue corda’ de um bando de ‘puxa-sacos’”, diz.

O desabafo de Antônia Sales veio após notas publicadas em colunas políticas de sites locais como Folha do Acre e ContilNet que ouviram fontes de dentro do governo dando conta que o MDB estaria articulando para que Thiago Caetano seja demitido.

Informações Gina Menezes