Balsa de Xapuri está furada e sem conserto pelo governo, cobram deputados

Há mais de 10 dias a balsa que faz a ligação entre o centro de Xapuri com as comunidades da Sibéria e da Resex Chico Mendes está parada. Nesta terça-feira, 14, deputados estaduais denunciaram o descaso governo do Estado, que até o momento não providenciou nenhuma alternativa emergencial para ajudar a população.

O primeiro a trazer o assunto, foi o deputado Antônio Pedro (DEM), aliado do governo. Ele apontou o problema e, ao mesmo tempo, fez uma defesa do Estado, explicando que os gestores da área estavam aguardando a burocracia e que não tinha como abrir processo licitatório no momento.

Tentando resolver o problema, os vereadores de Xapuri fizeram o aluguel de uma balsa de madeira para realizar a travessia emergencial no local. “O estado não foi lá alugar uma balsa. A Câmara municipal precisou alugar, enquanto não se resolve o problema. Já passou o tempo de só reclamar. Espero que o governo comece a dar resposta”, afirmou o deputado Roberto Duarte (MDB).

Roberto Duarte quer que governo comece a resolver os problemas (Foto: Sérgio Vale)

Edvaldo Magalhães (PCdoB) também falou sobre o absurdo que é o Estado não tomar uma providência emergencial sobre a balsa. “O governo não está conseguindo mandar calafetar a balsa de Xapuri. Esse negócio de conseguir licitação é conversa. O diário oficial, todo santo dia tem dispensa de licitação”, afirmou.

O parlamentar explicou ainda que o próprio governo está dificultando sua situação ao enviar o decreto que obriga o Estado a ter cotação de preço de empresas fora do Acre. Isso só está trazendo mais burocracia para ações imediatas como esta, segundo Edvaldo.

Edvaldo Magalhães afirma que governo dificulta o próprio trabalho (Foto: Sérgio Vale)