Batman do acre é condenado por estupro

Valdemar Queiroz ,de 55 anos, que ficou conhecido como Batman do acre, foi condenado por ter estuprado uma criança de 12 anos, em um motel de Rio Branco. O ex presidiário, que se fantasiava de super herói para participar de eventos e até festas de aniversários de crianças, foi sentenciado a 13 anos e 5 meses de prisão em regime inicialmente fechado.
A decisão do juiz José Wagner Freitas, da 2ª Vara da Infância e Juventude, foi publicada nesta terça-feira, 26, no diário oficial da Justiça. Valdemar Queiroz foi preso por agentes da Delegacia de Proteção à criança e ao adolescente no dia 26 de novembro do ano passado.De acordo com a investigação policial, no dia 25 de setembro de 2018 o acusado abordou uma estudante de 12 anos, que retornava da escola. Valdemar teria pedido para a menina entrar no carro.

Como ela disse que não, ele saiu do veículo com uma faca em punho e obrigou a vitima a embarcar. A estudante foi levada para um motel na Via Chico Mendes e abusada. Na sequencia, Valdemar deixou a criança numa parada de ônibus, próximo ao Estádio Arena da Floresta, e deu 5 reais para a menina voltar para casa.

Na mesma decisão, foi negado ao réu o direito de recorrer em da sentença em liberdade.

Com informações do ACJornal.