Cel. Ulysses Araújo será o primeiro Cruzeirense a assumir comando geral da PMAC

O Coronel da Policia Militar do Acre Ulysses Araújo será o novo Comandante-Geral da PMAC. O Juruá em Tempo falou, com exclusividade, com o coronel nesta quinta-feira, 7.

Natural de Cruzeiro do Sul, Ulysses ainda está em Brasília atuando no Ministério da Justiça e Segurança Pública. Por telefone, ele confirmou que a partir de segunda-feira, 11, estará à disposição da Polícia Militar do Acre.

Ulysses é o Coronel mais antigo da ativa na PMAC. O seu currículo demonstra um preparo diferenciado no quesito segurança pública, com cursos na SWAT (Estados Unidos), Israel, Espanha, Portugal, Itália e França.

Formado em Direito pela UFAC, Ulysses é bacharel em Segurança Pública e Defesa Social pela Universidade Estadual do Pará e pós-graduado em Direito Penal e Processual Militar (Academia Militar do Guatupê-Paraná) e Direito Civil (Universidade Cândido Mariano – Rio de Janeiro).

Filho de Railda e do sargento Damião, o cruzeirense estudou na escola Tancredo Neves. Ulysses pertence a uma tradicional família de militar, inclusive seu irmão, que também é cruzeirense, é coronel da PM do Amazonas. O futuro comandante da PMAC é casado e tem três filhos.

O Coronel Ulysses não quis falar muito, apenas declarou: “É uma missão sem dúvida muito honrosa, apesar de difícil, diante da complexidade do combate ao crime organizado e a violência urbana. Iremos trabalhar com afinco para diminuir os índices de violência, o número de homicídios. Teremos um olhar especial para os policiais militares no que tange a melhoria na qualidade de vida e nas condições de trabalho, sem perder o foco de servir e proteger o povo acreano, buscando o bem estar da sociedade, a paz social e a segurança tão almejada pela população acreana”, disse Ulysses.

Ao ser questionado acerca das eleições 2020, Ulysses foi enfático em dizer que não se deve fazer política dentro da segurança pública, da saúde ou educação.

“Não se deve misturar política com segurança, porque segurança pública deve ter o viés de salvar vidas e hoje essa é a nossa principal prioridade. O momento agora é focar em questões técnicas, deixando as questões políticas para os atuais políticos que se elegeram na eleição passada”.

Por fim, o coronel elogiou o esforço do Governo do Estado, sobretudo do vice-governador Major Rocha, em combater a criminalidade e diminuir o índice de violência em todo o estado.

“Os índices de violência têm diminuído. Isso é resultado do empenho do governo que continua investindo e reforçando o combate à criminalidade”.