Criança tem boca queimada após merendeira servir sopa quente em escola de Marechal Thaumaturgo

Uma denúncia grave foi feita à redação do Juruá em Tempo e está repercutindo em Marechal Thaumaturgo. Segundo a mãe do pequeno Alexandre, seu filho teria sofrido uma agressão na Escola Francisco Gerbilan Gomes de Almeida.

De acordo com a mãe, o estudante queimou a boca após a servente da escola lhe servir uma sopa muito quente. A queimadura machucou tanto a boca da criança, a ponto de sangrar.

“Meu filho foi queimado na própria escola onde estudava, por uma merendeira incompetente que deu sopa quente a ele. Estou de coração partido”, contou a mãe de Alexandre.