De Cruzeiro do Sul para Rio Branco: Projeto Amor Solidário inspira ações voluntárias

A jovem Kaemily de Freitas, de 18 anos, sempre gostou de ajudar outras pessoas e animais de rua. Mas foi em 2016, após procurar projetos sociais em Cruzeiro do Sul, que decidiu iniciar sua própria jornada social.

Assim nasceu, em Cruzeiro do Sul, o projeto Amor Solidário. A iniciativa promove ações com entidades, escolas e auxilia pessoas em situação de vulnerabilidade social. Hoje, o grupo conta com 15 voluntários na capital acreana e outros 32 no Juruá.

“Sempre tento passar para os voluntários que eles sempre se questionem ao ver uma pessoa passar por uma situação de dificuldade. E se fosse comigo? Essa é uma pergunta que devemos nos fazer todo dia. Uma pessoa que não recebe apoio do poder público, ou que está se sentido triste e abandonada, e aí que a gente entra. Vamos atrás e vamos ajudar aquela pessoa, da forma que ela precisa naquele momento”.

As ações são distintas e sempre focadas em públicos diferentes. O projeto já presenteou crianças carentes no Natal. Já fez campanha de doação de sangue para um paciente que estava precisando de doações urgente. Entidades como Lar Esther e Lar dos Vicentinos também já receberam os voluntários do Amor Solidário.

“É muito gratificante quando as pessoas se disponibilizam para ajudar. Quando precisamos de ajuda ficamos postando e repostando, enviando para todo mundo como eu faço 24 horas por dia. Quando você vê alguém tirando um pouquinho do seu tempo dela pra ajudar uma pessoa, é uma ação importante, inspiramos outras ações”, destaca a idealizadora do projeto.

A ideia de Kaemily é alcançar o maior número de voluntários e, consequentemente, ajudar o maior número de pessoas possíveis tanto na capital como na segunda maior cidade acreana.