Durante assembleia-geral da Amac, Gladson garante apoio incondicional do governo aos municípios

O governador Gladson Cameli afirmou na tarde desta quinta-feira, 13, que os 22 municípios acreanos têm apoio incondicional do Governo do Estado no que diz respeito ao desenvolvimento urbano e melhoria dos serviços públicos oferecidos à população. A declaração do gestor foi feita durante a primeira assembleia-geral ordinária de 2020 da Associação dos Municípios do Acre (Amac) e direcionada para 17 prefeitos presentes no evento.

Cameli disse ainda que seu governo não prestigia aliados políticos e sua principal preocupação é com todos os cidadãos acreanos. Ciente das dificuldades financeiras vivenciadas pelos administradores municipais, Gladson colocou o Estado à disposição para receber e encontrar uma solução para resolver as demandas de cada prefeitura.

“Estou aqui em respeito a essa instituição e aos prefeitos dos nossos municípios. Saibam que vocês têm um governador parceiro, disposto a ajudar naquilo que estiver ao nosso alcance e com muita vontade de trabalhar em prol do desenvolvimento do nosso estado. Não diferencio aliados e opositores políticos, quero mesmo é poder exercer o meu papel de governador e ajudar a população acreana”, declarou Cameli.

Com presença do diretor do programa Calha Norte, Gladson pede mais atenção do governo federal para a Segurança Pública do Acre

Aproveitando a presença do diretor do programa Calha Norte, general Ubiratan Poty, o governador Gladson Cameli reconheceu publicamente o apoio que vem recebendo por parte da União na área da Segurança Pública. O gestor citou que o Acre possui mais de 1 mil quilômetros de fronteira, grande parte dela em regiões remotas e de difícil acesso, e pediu mais efetivo para o controle e fiscalização nestes locais.

“Todos nós sabemos que o controle das nossas fronteiras é de responsabilidade do governo federal. Por isso, gostaria de solicitar mais apoio do exército e das demais forças federais para que possam nos ajudar a enfrentar essa situação que estamos vivenciando na Segurança Pública. Vou convidar o presidente Jair Bolsonaro a vir ao nosso estado para conhecer nossa realidade, espero que ele possa se sensibilizar ainda mais com a situação e venha nos ajudar a combater a criminalidade”, pontuou.

Em relação aos investimentos previstos para serem executados pelo Governo do Acre em parceria com o Calha Norte, Gladson confirmou que a recuperação dos aeródromos do interior, sobretudo os que estão localizados em cidades isoladas, serão tratados com prioridade.

“Fui parlamentar por 12 anos e sei da importância que o programa Calha Norte tem para os municípios. Pretendemos modernizar nossos aeródromos e fazer pistas em concreto armado para dar mais durabilidade e segurança para as pessoas. Tenho certeza que a ajuda do Calha Norte será muito importante para que possamos executar essas obras”, enfatizou o governador.

Ubiratan Poty revelou que o programa Calha Norte destinou, nos últimos quatro anos, cerca de R$ 167 milhões em recursos para o Acre. Com este montante foi possível realizar obras, adquirir equipamentos e contribuir com o desenvolvimento de todos os municípios.

“Considerando o tamanho do estado e seus 22 municípios, a correta aplicação destes recursos com tudo aquilo que foi projetado e configurado em realidade, melhorará muito a vida da população. Não tenho dúvida disso”, ressaltou.

Presente na reunião, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, falou que “a vinda do general Poty ao Acre é muito importante para conhecer a nossa realidade e sei que ele, como ex-militar, conhece bem a Amazônia e estar aqui junto com os prefeitos debatendo o que pode ser feito para que mais investimentos sejam feitos é fundamental para o desenvolvimento da nossa região.”