Educação garante o pagamento dos professores do Estado no Juruá

Segundo a coordenadora do Núcleo de Educação no Vale do Juruá, Ruth Bernardino, o governo do Estado vai garantir o pagamento dos professores recém-contratados. “Que trabalha na educação, sabe que sempre que um professor é contratado, ele leva no mínimo três meses para entrar em folha, devido o processo burocrático”, explicou.

De acordo com Ruth, em decorrência da alta demanda de trabalho da Secretaria de Educação, “não deu tempo de todos os contratos serem habilitados para entrar na folha de pagamento. Mas, já está assegurado pela Secretaria de Estado de Educação que, em maio, todos as pessoas que assinaram contrato irão ser pagas”.

Sobre o atraso do pagamento dos serventes, a coordenara explica que o problema se deu na cooperativa que prestava do serviço terceirizado. “Como a cooperativa não podia ter o contrato renovado, a Secretaria de Educação absorveu os servidores. Entretanto, para realizar o pagamento, o Estado precisa de informações da cooperativa que não foram repassadas pela Coopserg”, frisou.

Os servidores com as informações atualizadas, tiveram seus salários pagos. Quem estiver com a documentação correta, vai receber os seus vencimentos em dia, destacou Ruth.