Em Cruzeiro do Sul, familiares vão em cemitério com medo de assaltos

Em Cruzeiro do Sul há dez cemitérios, incluindo as vilas rurais. O maior deles, na região central, o São João Batista está lotado desde as primeiras horas da manhã deste sábado, 2.

O cemitério abriga centenas de túmulos que são visitados por familiares neste Dia de Finados. A dona casa Dagmar Alves, veio acender velas no túmulo dos pais. “Vim cedo porque sempre chove. Enquanto eu for viva, virei todo ano”.

O São João Batista, na região central de Cruzeiro do Sul, fica na Avenida Lauro Muller, uma das mais acidentadas da cidade. Aqui, nem os túmulos escapam das enormes ladeiras cruzeirense.

Cida Sousa, diz que mesmo tendo que descer e depois subir para chegar no túmulo da avó, faz questão de vir. “É como se fosse uma obrigação de amor”.

A maior parte das pessoas veio ao São João Batista sem celular ou carteira de dinheiro porquê os assaltos são frequentes. Recentemente um homicídio aconteceu no local.

  • Com informações da Redação AC24horas.