Em Cruzeiro do Sul, mãe pede ajuda para filho vítima de bala perdida

Há quatro anos Maria Arlete luta com o filho, vítima de uma bala perdida quando tinha apenas 16 anos. A família não recebe apoio e vive apenas do pequeno benefício do INSS.

“O que ele precisa com urgência é de uma cadeira de rodas e de fralda, pois o benefício que ele ganha não supre todas as necessidades”, salientou a mãe.

Segundo Arlete, a família não recebe apoio do poder público e a família vive apenas do benéfico, uma vez que ela está desempregada.