Em Sena Madureira, pescador captura duas toneladas de mandim na piracema e vende o quilo a 5 reais

O ano de 2019 tem sido de muita fartura na região de Sena Madureira com relação ao pescado. Há vários dias o mercado local vem sendo abastecido com o Mandim, uma das espécies mais apreciadas pelo consumidor.

Pescadores de Sena Madureira se depararam com a famosa piracema no rio Purus e, desde então, a abundância de peixes na cidade é notória.

Na tarde desta quinta-feira, por exemplo, várias embarcações estavam ancoradas no Porto da Feira Nova. Lá no porto, os moradores puderam comprar o mandi por apenas 5 reais o quilo.

Mas, é bom frisar que esse preço varia de um dia para o outro, dependendo da quantidade de peixe disponível. Prevalece, aqui, a lei da oferta e da procura. Quando há mandi em grande quantidade, o preço despenca.

Com a embarcação ancorada no porto da Feira Nova, o pescador Adelson, residente no rio Purus, contou à nossa reportagem que capturou nesta semana 2 mil quilos de mandi. “Graças a Deus, a fartura tem sido grande nesse ano de 2019. Pesquei 2 mil quilos e hoje estou vendendo o mandi a 5 reais”, comentou.

Para não estragar, uma quantidade expressiva do mandi está sendo exportada para outras cidades acreanas.

Fábrica de gelo não dá conta de suprir a demanda

A Fábrica de gelo da Colônia de Pescadores não está dando de atender todos os pescadores, dada a grande procura. “A gente produz 100 barras de gelo por dia, mas não está dando pra atender a todos, pois, tem muitos pescadores na piracema”, informou Valdir Martins, presidente da colônia dos pescadores em Sena.

No mercado do peixe e no porto da Feira Nova, dezenas de consumidores comparecem diariamente para adquirir o pescado.

Por Edinaldo Gomes Sena Online