Empresários acumulam prejuízo com quedas no sinal de telefonia em Cruzeiro do Sul

As constates interrupções nos serviços de internet e de telefonia móvel têm prejudicado lojistas e empresários em Cruzeiro do Sul. Além de não terem estorno do serviço pago, os empresários acumulam prejuízos financeiros.

O proprietário da Tech Mobile, Charles Coelho, afirma que já perdeu cerca de R$ 3 mil em vendas devido a falta de sinal de internet. Em uma semana, as vendas caíram cerca de 75%.

“Esse é um período em que as pessoas não têm dinheiro em espécie e optam mais por pagamento com o cartão de crédito e débito. O sistema chegou a ficar cerca de 12 horas fora do ar. Essas empresas de telefonia nos prejudicaram demais. Sem falar que quando voltava o sistema, não voltava com qualidade”.

E destaca: “As vendas caíram em torno de 75% em uma semana. Fizemos um cálculo de variação e vimos que teve uma diferença gritante, queremos saber quem vai pagar esse prejuízo da gente”.

A empresária Nailine Pereira, proprietária da sorveteria ‘Milk Shake’ e do ‘Mister Burguer’, também teve prejuízo nas vendas, sobretudo nos pedidos de delivery, que em sua maioria são feitos por WhatsApp ou ligação.

“No sábado que faltou sinal, a diferença foi muito grande. Precisamos ter esse problema resolvido em Cruzeiro do Sul. Somos a segunda maior cidade do Acre e ainda passamos por esses problemas. Só falta sinal no final de semana, que é quando a gente vende mais”, desabafou.

Nailine destaca que a maioria das pessoas desistem de fazer a compra por não ter como pagar com cartão de crédito ou débito.

“Sofri bastante esses dias que faltou sinal, principalmente na sorveteria por que as pessoas usam mais cartão por que é mais seguro. Mas sem sinal telefônico fica difícil fazer vendas, as pessoas desistem de comprar por que não está passando o cartão”.