“Eu é meu irmão iremos ficar no PT”, afirmar deputado Jonas Lima ao negar ida para o PDT

 Especulações surgiram após a filiação do ex-deputado Thaumaturgo Lima, mas ele estaria indo sozinho; Isaac Lima irá disputar reeleição pelo PT

O deputado estadual Jonas Lima (PT) desmentiu, nesta última terça-feira (03), em entrevista exclusiva para o Juruá Em Tempo, o boato de que, ele ou outros membros de sua família pretendam deixar o Partido dos Trabalhadores, pelo qual foi eleito para o segundo mandato, para se filiar ao PDT, que é presidido no Acre pelo deputado Luiz Tchê, líder do Governo na Assembleia Legislativa.

“O PDT é da base do Governo Gladson Cameli e eu não poderia ir para o Partido do Governo porque fui eleito pela oposição. Seria uma incoerência”, disse o deputado. “Além disso, eu sou um homem de esquerda. Sou amigo do governador, mas não sou seu aliado”, definiu-se.

Segundo o deputado, não houve nenhuma conversa com lideranças do PDT, e afirmou que seu irmão, o prefeito Isaac Lima, irá disputar a reeleição pelo PT. “Nenhum de nós tratou disso com ninguém do PDT. O que eu sei é que meu irmão está definido como candidato à reeleição pelo PT”, disse Jonas.

O deputado admitiu que as especulações de que os Lima deixariam o PT surgiram após a desfiliação de seu primo, o ex-deputado federal, Thaumaturgo Lima, que de fato está filiado ao PDT. “Mas acho que ele saiu do PT faz mais de um ano”, disse Jonas. Por telefone, Mâncio Lima Cordeiro também negou que pretenda deixar o PT.