Uma séria denúncia envolve servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que trabalham em Cruzeiro do Sul. Segundo os denunciantes, dados pessoais dos cidadãos estariam sendo utilizados de maneira ilegal pelos acusados.

“Fui ao banco e a moça falou que precisava fazer prova de vida. Eu fiz, quando voltei para receber era necessário fazer a atualização do meu benefício. Fui ao INSS e lá esse rapaz que entrega ficha falou para eu ir aí no advogado porque eu tinha perdido meu benefício, devido a Reforma da Previdência. Fui e na saída do INSS eu encontrei essa mulher que me acompanhou até o advogado e lá eles falaram que eu teria que pagar 40℅ do meu salário e o primeiro mês a eles então eu falei pra minha assistente social e ela falou que não é necessário pois é só preciso fazer a atualização do meu benefício”, contou uma senhora.

Segundo ela, os servidores fizeram compras no seu nome. Ativaram uma linha telefônica e compraram passagens aéreas. Procurados, os servidores não se pronunciaram sobre o caso.

“Enquanto tem gente de bem desemprego, querendo trabalhar com honestidade, tem esses bandidos aí que estão roubando idosos, aposentados e pensionistas, pessoas que são dependente do salário para comprar os remédios”, endossou indignada.

O OUTRO LADO

Procuramos o INSS para se pronunciar sobre as acusações gravíssimas. De acordo com funcionários, o diretor do local esta em viagem, fora do estado. E um dos principais acusados de aplicar o golpe, não estava na instituição na manhã desta quinta-feira, 12.

Seguimos aguardando o contato.