Governador confirma demissão de Mônica Feres e coronel Resende

Em entrevista ao ContilNet, o governador Gladson Cameli falou sobre as mudanças no comando da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) para os próximos dias.

Após o pedido de exoneração do secretário adjunto coronel Carlos Faustino Marques, outros dois servidores devem pedir demissão nos próximos dias. A secretária de Saúde Mônica Feres e o secretário adjunto, coronel Jorge Resende, deixarão seus respectivos cargos, segundo Cameli.

O motivo para as mudanças, de acordo com o governador, foi a falta de resultados por parte da gestão. “Tem recursos e eu ainda dando autonomia e, mesmo assim, as coisas não queriam andar”.

O atual diretor administrativo, Paulo Justino Ferreira, deve assumir a pasta até que um novo gestor, escolhido por Gladson Cameli, seja nomeado oficialmente. Há especulações de que Alysson Bestene assumirá a pasta interinamente. Outros possíveis nomes para o comando da Saúde são: ex-diretor da Fundhacre, Lucio Brasil, e o deputado estadual José Bestene (Progressistas).