Idoso e com tosse com sangue aguarda avaliação médica há mais de 24 horas no PS

O paciente Sebastião Matias Azevedo, de 69 anos, passou mais de 24 horas, entre esta quinta e sexta-feira, com sérios problemas pulmonares, aguardando avaliação médica no Pronto Socorro de Rio Branco. O idoso passou parte desta sexta-feira em uma cadeira de plástico na unidade, em uma sala com outras dezenas de pacientes e de tanto esperar pela boa vontade dos profissionais dormiu sentado.

Segundo o professor Marivaldo de Paula, seu enteado, o idoso está há mais de um mês tossindo e expelindo sangue pela boca e nariz, tem coração crescido, hipertensão e suspeita de enfisema pulmonar.

Seu Sebastião chegou a ir a uma Upa, mas o encaminharam ao Pronto Socorro.

“Está desde ontem, ele os demais pacientes, sem avaliação médica, ou seja, não há médicos atendendo… E se há médicos lá dentro, então é negligência mesmo!
Que situação, é triste ver alguém da família morrendo aos poucos dentro de um lugar que deveria ser um Pronto Socorro!”, desabafa.

 O outro lado:

Procurado pelo Notícias da Hora na noite desta sexta-feira, o diretor do Pronto Socorro, Welber de Lima, disse que ainda não tem conhecimento do caso do idoso e que vai procurar se informar para dar o encaminhamento necessário.

Por Luciano Tavares, do Portal Notícias da Hora.