Jenilson Leite solicita reforma da escola Rainha da Floresta e do ramal 3 na zona rural de Cruzeiro do Sul

O deputado Jenilson Leite ( PSB) , vice-presidente da ALEAC, apresentou duas indicações ao governo do Estado na sessão ordinária desta quarta-feira (16). A primeira indicação é destinada à Secretaria de Educação para que providencie a forma da escola Rainha da Floresta, no ramal 3, na zona rural de Cruzeiro do Sul. E a outra é direcionada ao Deracre, para que providencie a recuperação do próprio ramal que dá acesso ao colégio.

Além de fazer a indicação, o deputado utilizou a tribuna do parlamento para reforçar seu pedido. A indicação a pasta da Educação é abrangente a todo os colégios rurais, mas o deputado pediu urgência em relação a escola Rainha da Floresta pela precariedade que ele testemunhou no sábado , 12, quando participou de uma ação de saúde no local junto com o deputado Jonas Limas.

” Peço ao governo do Estado celeridade para executar a reforma da escola Rainha da Floresta, Ramal 3, no município de Cruzeiro do Sul, tendo em vista a precariedade que se encontram, pois prejudicam o desenvolvimento e o desempenho dos alunos. Sendo que todos os dias, crianças com idades entre 5 e 8 anos saem de casa às 4 e meia da manhã para chegar a tempo na aula, que começa às 7h. Se estiver chovendo, têm de caminhar dois quilômetros até o ônibus, que não consegue ir até elas por causa da lama no caminho. E quando o tempo está seco, elas ficam expostas a doenças respiratórias causadas pela poeira na estrada”, disse o deputado.

Em relação ao ramal, Leite disse que as condições de trafegabilidade praticamente não existe, por isso, solicitou que o Deracre faça a recuperação dos 23 km de ramal e o asfaltamento do que falta o para o Ramal III, em Cruzeiro do Sul. ”

O asfaltamento de ramais no Acre proporcionará, neste inverno rigoroso, garantia de escoamento da produção e mobilidade para centenas de famílias que vivem no campo. Os investimentos asseguram a fixação do homem a terra” , argumentou.

Destacando ainda , que a realização dessa operação é de suma importância, para atender a população principalmente a população da zona rural, que precisa escoar a sua produção.

ASCOM.