Jovem baleado nas costas aguarda cirurgia há 2 dias no pronto-socorro da Capital

O jovem Mateus da Silva Bernardo, de 19 anos, foi baleado nas costas por um policial federal na noite de sábado, 2, em uma festa no município de Epitaciolândia. Porém, segundo a família da vítima, ele está na sala de trauma do pronto-socorro de Rio Branco, em uma maca de ferro, aguardando um médico cirurgião.

Ainda de acordo com a família, desde que chegou no hospital, o jovem fez apenas um exame. O jovem precisa fazer uma cirurgia de risco e pode ficar tetraplégico, conforme informou seu irmão.

O irmão da vítima disse ainda que não existe médico cirurgião e nem neurologista de plantão na unidade hospitalar.

“É um descaso total na saúde, ele não foi analisado até agora por nenhum desses médicos, e está sentido muita dor, até essa foto que enviei foi uma pessoa que tirou pra mim”, disse.
Por outro lado, o diretor do pronto-socorro, Areski Peniche, disse que o paciente já foi avaliado e que o caso dele não é cirúrgico. Ele confirmou que o jovem está em uma maca, na sala de trauma, e que não pode se mexer por que corre o risco de ficar tetraplégico.
“Por enquanto, o caso dele não é cirúrgico e eu estou acompanhando o caso”, concluiu.

  • Com informações ac24horas.