Mais de 100 novas viaturas policiais já estão a caminho do Acre

Não se pode negar que segurança pública e saúde são duas das maiores preocupações do acreano e que foram determinantes para que a atual gestão tenha chegado ao poder.

Se na saúde as coisas ainda patinam e tem muita gente que acha que até regrediu, prova disso é que Gladson Cameli deve nomear um terceiro secretário de saúde nos próximos dias, o que vai dá uma média de um gestor a cada cinco meses de governo, na segurança pública o sentimento parece ser diferente.

Se a tal sensação de segurança prometida ainda não é a ideal, diversos números apontam para a queda dos índices de criminalidade.

Números apontam que nos oito primeiros meses de 2019, o Estado do Acre registrou queda nos índices de homicídios de 34,69% em relação ao mesmo período do ano passado. O mesmo levantamento revela redução de até 28,4% dos crimes violentos na capital acreana.

A impressão que sem tem é que aos poucos, o governo vai encontrando o difícil caminho que é enfrentar o crime, ainda mais quando é organizado e conduzido por perigosas facções criminosas como acontece em Rio Branco.

E se depender das condições de trabalho, as polícias acreanas vão tem uma considerável ajuda nos próximos dias. É que já estão à camiho do estado as 110 novas viaturas policiais que serão incorporadas as frotas da PM, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto de Administração Penitenciária (IAPEN).

O investimento de R$ 15 milhões  vai proporcionar melhores condições de trabalho para os policiais.

A saída das viaturas da montadora em São Paulo rumo ao Acre foram postadas em uma rede social pelo próprio governador Gladson Cameli.

Por Leonidas Badaró, do AC24horas.