Marilete Vitorino terá que devolver mais de R$ 5 milhões após condenação do TCE

Na semana em que execra as gestões anteriores, a prefeitura de Tarauacá Marilete Vitorino foi condenada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a devolver mais de R$ 5,5 milhões. A condenação refere-se ao período em que Marilete esteve à frente da prefeitura entre 25 de março a dezembro de 2011.

A prefeitura é acusada de não ter apresentado provas sobre a destinação final do dinheiro e por isso terá que devolver e pagar multas. Há ainda a falta de comprovação para pagamento de diárias. A notificação do TCE veio na mesma semana que, em entrevista, Marilete acusou a administração passada por ter deixado a cidade em escombros.

Como pode-se ver, a nota do ex-prefeito Rodrigo Damasceno tem um fundo de verdade: “Em comparação com os 12 milhões de reais que ela deixou em janeiro de 2013, ainda estamos no saldo de 6 milhões de reais que conseguimos pagar em nosso mandato. E sobre as condições das nossas ruas…. Ainda bem que ela não viveu a saga das 13 alagações que passamos em um único ano, sendo uma delas a maior da nossa história! Pois se sem alagações já estamos desse jeito, imagine se tivesse!”.

A condenação do TCE também atinge o ex-prefeito Vando Torquato, que assumiu a gestão entre janeiro e março de 2014. Ele terá que pagar R$ 575 mil por dívidas deixadas, conceder diárias sem comprovação para o verdadeiro uso, impostos não pagos, infrações de trânsito, contribuições sociais não pagas e por ter emitido cheques sem a comprovação de efetivo serviços prestados.