Marinha afirma que realiza fiscalizações diárias no Juruá, mas barqueiros negam

Em nota à Imprensa, encaminhada nesta terça-feira, 11,  Marinha do Brasil garante que as fiscalizações ao longo do Rio Juruá são realizadas diariamente, a fim de garantir o cumprimento das Leis e das Normas de Autoridade Marinha. No entanto muitos barqueiros relatam a falta de fiscalização por parte do órgão.

Pedro da Cruz, que reside ao lado do local onde o acidente aconteceu, relata que caminhões abastecem os barcos constantemente, várias vezes ao dia.

“Aqui prece mais um pontão, tem dias que chegam a fazer isso mais de cinco vezes, eu já havia pedido uma solução, mas até o momento nada foi feito, e aconteceu essa tragédia”, contou o barqueiro e morador do local.

Veja a nota da Marinha na íntegra

Nota à Imprensa II

Em relação ao ocorrido com a embarcação “Navegação AJ”, nas proximidades do Porto de Cruzeiro do Sul (AC), a Marinha do Brasil, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval, se solidariza com as vítimas e seus familiares, e informa que um inquérito irá apurar as possíveis causas e responsabilidades do ocorrido, sendo prematura qualquer antecipação ou divulgação de fatos.

A Agência Fluvial de Cruzeiro do Sul realiza fiscalizações diárias, a fim de garantir o cumprimento das Leis e Normas da Autoridade Marítima, bem como, orientar os navegantes quanto à Segurança da Navegação, prevenção da poluição hídrica, causada por parte de embarcações, plataformas ou suas instalações de apoio e a salvaguarda da vida humana no mar e águas interiores.

A Marinha ressalta que denúncias podem ser feitas pelo telefone (68) 3322-3083.