Moradores elogiam trabalho realizado pela Prefeitura nas ruas de Cruzeiro do Sul

O prefeito Ilderlei Cordeiro tem honrado com os compromissos que assumiu. A cidade transformou-se num canteiro de obras e os resultados têm agradado os moradores dos bairros João Alves e Saboeiro, que elogiaram o trabalho de infraestrutura desenvolvido pela Prefeitura de Cruzeiro do Sul.

“Eu fico muito feliz de ver a nossa rua sendo reconstruída novamente. Há muitos anos não recebemos investimento. A rua está ficando bonita e a gente, que tem idade, ganhamos mais segurança de andar, pois não corremos o risco de cair. Se o prefeito se candidatar novamente, eu voto nele”, endossou dona Raimunda Nonata, moradora há 40 anos da Rua Newton Prado, no João Alves.

Diariamente, o prefeito tem vistoriado todas as obras. Nesta terça-feira, 24, ele esteve nos bairros João Alves e Saboiero acompanhando os trabalhos e dialogando com os moradores. Em sua gestão, Cruzeiro do Sul está recebendo um investimento de R$ 15,5 milhões em infraestrutura e saneamento.

“É revigorante ver a satisfação dos moradores com as ruas pavimentadas, pois esse é o principal objetivo do nosso mandato: servir a população”, salientou Ilderlei Cordeiro.

Emocionada, Irene de Freitas agradeceu o trabalho de pavimentação da via. “A evolução desse trabalho enche o meu coração de alegria. Desde a candidatura do prefeito, tenho vontade abraçar e conversar com o prefeito e, hoje, recebi ele na minha casa. Homem simples, que está junto da gente”, observou moradora.

A pavimentação da Rua Newton Prado se iniciou pela pista de motocross, que foi totalmente refeita e construída uma ponte que dá acesso à comunidade do Saboeiro. A Secretaria Municipal de Obras está asfaltando toda a via, que vai chegar até a Av Mâncio Lima.

Atualmente cinco equipes atuam na pavimentação das vias públicas. “Nós vamos asfaltar todas as ruas que nós trabalhamos anteriormente e, paralelamente, vamos dividir as equipes para que atuem nas ruas mais críticas e também façam o trabalho de recuperação e asfaltamento”, explica Josinaldo Batista, técnico operacional da Secretaria de Obras.