Navio com 4 mil Kia e Hyundai vira nos Estados Unidos

El buque naufragado frente a las costas de Georgia en EEUU el 8 de septiembre del 2019 (Foto de la Gaurdia Costera de EEUU, vía AP)

Um navio com cerca de 4 mil carros novos tombou e pegou fogo na costa do estado americano da Georgia. A embarcação, de 200 metros de comprimento, levava modelos da Kia e Hyundai em direção ao Oriente Médio. Por enquanto, 21 dos 23 tripulantes foram resgatados. As equipes de resgate americanas continuam em busca do restante da tripulação do navio Golden Ray.

Seis sul coreanos, 13 filipinos e o comandante americano foram resgatados, de acordo com o ministro de relações exteriores da Coreia do Sul, de onde os carros vinham. O acidente ocorreu próximo à ilha de St. Simons, na Georgia.

As causas do tombamento do navio ainda não foram esclarecidas. A guarda costeira local ainda trabalha para estabilizar a embarcação e prosseguir com as buscas aos tripulantes desaparecidos. Também não há confirmação se o incêndio a bordo foi controlado.

Furacão passou por região

A costa da Georgia foi uma das regiões atingidas pelo furacão Dorian. A tempestade passou pela região ainda como furacão, antes de perder força e ser reclassificada como ciclone extratropical.

Por enquanto, o Golden Ray ainda não liberou nenhum poluente no mar, mas equipes de contenção estão à postos para controlar algum derramamento de óleo. O navio tem bandeira das Ilhas Marshall e seguia para Baltimore, no norte da costa leste dos Estados Unidos.

O incidente com o navio levou ao fechamento do porto de Brunswick, o mais próximo à posição da embarcação. O porto é um dos mais movimentados do país em trânsito de automóveis importados e exportados.

Navio com 4 mil carros vira e afunda nos EUA

Navio com Audi e Porsche afundou em março

Em março, um navio que transportava carros importados da Audi e da Porsche para o Brasil naufragou no Golfo de Biscaia, na costa da França. A embarcação sofreu um incêndio a bordo na noite do dia 10 de março e, apesar dos esforços, não foi possível evitar o afundamento.

Segundo o Grupo Grimaldi, que operava o navio Grande America, o fogo começou em alguma carga transportada a bordo. Nenhum dos 26 tripulantes e o único passageiro se feriram no incidente. Todos foram resgatados pela marinha britânica e levados à cidade de Brest, na França.

O Grupo Grimaldi informou que estava cooperando com as autoridades francesas para evitar danos ambientais por causa de possíveis vazamentos de combustíveis e da carga que afundou.

Segundo informações da Audi à época, unidades de A3, A5, Q7, RS4 e RS5 estavam a bordo do Grande America. Havia também quatro unidades de uma série limitada do Porsche 911 GT2 RS.