No Acre, mulher é detida ao tentar vender arma de marido que está preso em Rondônia

Uma mulher foi detida, nesta segunda-feira (10), na rodovia AC-475, em Plácido de Castro, no interior do Acre, com um revólver calibre 38. O flagrante foi feito durante uma abordagem do Grupamento Especial de Fronteira (Gefron).

A mulher foi detida por porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa. Segundo a polícia, ela teria afirmado que a arma pertence ao marido que está preso em Rondônia e seria vendida em Plácido de Castro.

O delegado responsável pelo Gefron, Rêmullo Diniz, disse que o flagrante ocorreu após abordagem de rotina a um táxi que transportava quatro passageiros. Após buscas, a arma foi encontrada na bolsa da passageira.

“Ela, de pronto, já confessou que era dela e estava levando para comercializar em Plácido de Castro, uma vez que o marido dela está preso e condenado no estado vizinho. Ela foi conduzida e flagranteada, já que continua a vida criminosa que o marido levava”, disse o delegado.

O delegado informou que ainda está sendo apurado se partiu do marido a ordem para a venda da arma.

“Ela decidiu vender e não relatou que ele tenha dado a ordem, mas, como pertence a ele, entendemos que tenha sido. Ela retornou há poucos dias da visita, no último domingo (9), e já teve essa viagem”, pontuou Diniz.

Além disso, o delegado informou que está sendo feito um levantamento sobre a pena que o marido da mulher cumpre no estado vizinho, porque a condenação dele ocorreu lá. E também está sendo feito um levantamento de qual seria o envolvimento dela na comunidade onde mora, se cometia crimes na região.