No Juruá, sete pessoas da mesma família são diagnosticadas com doença de chagas

Uma família de sete pessoas, moradora do Seringal Triunfo, em Marechal Thaumaturgo (AC), deu entrada no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, diagnosticada com doença de chagas. Entre as pessoas da família estão crianças e adultos, que foram infectados pelo protozoário Trypanosoma cruzi, através do inseto conhecido popularmente por ‘barbeiro’.

A família apresenta os sintomas há cerca de dois meses, mas teve a doença confirmada agora pelo Laboratório de Revisão da Vigilância em Saúde da Sesacre, em Cruzeiro do Sul. A direção do Hospital do Juruá ainda não divulgou informações sobre o caso, informando apenas que os pronunciamentos serão feitos posteriormente a análise dos pacientes. A família ainda encontra-se na observação no hospital local.

A transmissão da doença de chagas ocorre pelas fezes do “barbeiro”, que são depositadas sobre a pele da pessoa, enquanto o inseto suga o sangue. Na região, é possível que a doença seja transmitida pelo consumo do açaí, quando na preparação do vinho, produzido sem a necessária higienização, o barbeiro se mistura aos grãos e acaba sendo moído junto com o fruto.

Há três anos, foi registrado a morte de duas pessoas da mesma família em decorrência desta doença, em uma comunidade rural de Rodrigues Alves (AC). Um outro membro que também contraiu a doença sobreviveu, mas ficou com sequelas cardíacas.