‘O Brasil não está à venda’, diz Marcio Bittar sobre Fundo Amazônia

O senador Marcio Bittar (MDB-AC) afirma que o Fundo Amazônia foi criado para impedir o desenvolvimento da Amazônia brasileira. Segundo disse em discurso no plenário nesta terça-feira (25), a iniciativa, custeada com recursos da Noruega e da Alemanha, é um escândalo. Bittar pediu uma profunda investigação sobre o caso.

Ainda de acordo com Bittar, convênios assinados com as secretarias municipais e estaduais de meio ambiente dos estados amazônicos têm por finalidade que esses órgãos passassem a ser “correia de transmissão” dos interesses estrangeiros no Brasil.

O senador do MDB do Acre acusou tanto a Noruega quanto a Alemanha de tentarem determinar o que o Brasil pode e não pode fazer na Amazônia, violando a soberania nacional. Enquanto isso, avalia ele, ambos os países exploram, sem problemas, os seus próprios recursos naturais.

“A Noruega vive de petróleo e gás, da extração de combustíveis fósseis. No PIB [Produto Interno Bruto] da Noruega, os combustíveis fósseis respondem por 51%”, comparou.

Para Marcio Bittar, esse seria o exemplo mais contundente de que os países mantenedores do Fundo pagam os estados amazônicos para que a região se mantenha no atraso.

Da Assessoria