O Parlamento – “Se puderem puxar seu tapete, puxam” – Gerlen Diniz

A sessão desta quarta-feira, 8, seria de toda tranquila, votações unânimes, risos, abraços e tudo mais. Mas, até que uma famigerada foto divulgada gerou invocação do mau e até mesmo indireta para os colegas. A Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), de repente, virou um pátio de escola primária, com uma birra gigante do deputado Nenem Almeida (SD).

Nenem de óculos

Nenem ficou indignado por causa de uma foto divulgada, em que ele e alguns colegas estavam de óculos escuros, fazendo alguma graça. Neném ficou indignado porque a foto, feita em local público, foi divulgada. “A cada dia que passa, me impressiono cada vez mais com a política e com o parlamento”, disse o parlamentar, chateado.

Amigo do governador

Diz Nenem que é o maior defensor do governador Gladson Cameli na casa, e por isso teria ficado indignado com a foto vazada. Na imagem, estavam ainda Gerlen Diniz (Progressistas), Whendy Lima (PSL), Chico Viga (PHS), o bloco Bupac, todos de óculos escuros e os comentários eram que estavam fazendo protesto contra Gladson. A verdade é que na última terça-feira, quase toda a base resolveu reclamar de algo do governo e Gerlen, antigo líder, só ria.

Puxando tapete

Por falar em liderança, o deputado Gerlen resolveu subir a tribuna hoje para comentar de um projeto seu aprovado e aproveitou para soltar umas indiretas, em cima do comentário do colega Nenem. O deputado disse que naquela casa não havia irmandade e bem pouca amizade. “Aqui são todos adversários, não tem irmão. Se puderem puxar seu tapete, puxam”, finalizou.

Parece recado

Parece que o tapete puxado foi o de Gerlen, que, não se sabe como ainda, deixou de ser líder do governo na casa. Quem assumiu a inglória tarefa, foi Luiz Tchê (PDT), a convite de Gladson. Será que a indireta do tapete teve destino certo?