Perigoso homicida é preso na Bolívia e deportado para o Acre

O serviço de inteligência da SEJUSP integrado com a policia boliviana conseguiu capturar um homem considerado perigoso e que estava sendo procurado para que cumprisse sua pena após ser condenado pelo crime de homicídio qualificado e roubos na Capital acreana.

Jardel Matos Luz (23), está às margens da Lei desde 2015. Achando que se livraria das grades, resolveu procurar guarida no país vizinho da Bolívia, onde resolveu depois de um tempo, praticar crimes relacionado à roubos e passou a ser procurado também até esta sexta-feira, dia 1º de novembro.

Foi quando um trabalho conjunto entre os dois países, conseguiram localizar e prender Jardel. Com o mandato de prisão em mãos, as autoridades da Bolívia não demorou para realizar sua deportação o entregando às autoridades brasileiras.

Jardel foi entregue na fronteira do Acre ao policiais militares do 10º Batalhão do Alto Acre, que por sua vez, o entregou na delegacia da cidade de Epitaciolândia, onde seria realizado os trâmites para o que o mesmo seja transferido para o presídio estadual FOC na Capital nas próximas horas.

  • Com informações do Contilnet.