PM confunde policial civil com bandido e o atinge com três tiros

O policial civil Juscelino Queiroz foi baleado com três tiros na noite deste sábado, 16. Os disparos foram feitos por um policial militar que não teve o nome relevado. Juscelino foi confundido com um bandido quando tentava evitar um assalto.

O policial foi atingido com um tiro na perna, um no braço e outro no tórax. Atendido por uma ambulância do Samu, ele foi levado ao pronto-socorro de Rio Branco em estado grave. 

Naquela unidade de saúde, ele foi encaminhado à sala de cirurgia onde passa por procedimento para a retirada dos projéteis. Devido ao forte sangramento, ele está necessitando de sangue dos tipos A e O Positivo. O caso aconteceu nas proximidades da rua Isaura Parente.

Segundo o que foi apurado até agora o final da noite, Juscelino estava em perseguição a um suposto criminoso que acabara de praticar um assalto nas imediações, tendo efetuado alguns disparos para tentar conter o assaltante. 

Nesse instante, o PM, que estava em uma festa de aniversário nas redondezas, ouviu os disparos e, ao sair na rua, viu o policial civil correndo com a arma na mão. Foi nesse instante que fez os disparos.

O caso ainda está sendo registrado na Delegacia de Fragrantes (Defla), que deve apurar as responsabilidades nesse caso.

Por Opinião