PM fecha empresa na capital que descumpre decreto governamental

Na manhã deste sábado, 21, policiais militares fecharam duas empresas em Rio Branco. A primeira se tratava de uma empresa de venda de materiais de construção “Zezinho Construções” próximo a FAAO. Já a segunda era a empresa de Telefonia “NET” que fica próxima ao Colégio João Calvino.

As duas foram fechadas pelas autoridades por descumprir o decreto governamental que determina o fechamento de estabelecimentos comerciais para conter a propagação do novo Coronavírus (Covid-19).

O decreto estabelece o fechamento das seguintes atividades no Acre: o shopping center, clubes de recreação, buffet, academias, bares, restaurantes, lanchonetes, sorveterias, boates, teatros, casas de espetáculos, casas de shows, centros culturais e até clínicas de estética.

A Secretaria de Segurança Pública do Acre, informou que Polícia Militar e Civil irão continuar fechando os estabelecimentos que insistirem em levantar as portas.

“Está sendo criado uma notificação padrão junto a Polícia Civil e essas notificações serão entregue aos proprietários ou a quem estiver na lojas. Essas pessoas vão ter que assinar essa notificação, para comprovar que estavam descumprindo o decreto. Essa notificação será levada sobre pena de crime ou desobediência. Esse será o procedimento adotado pela Polícia Civil”, informou.

Informações Ac24hrs

loading...