Prefeito de Jordão é condenado a devolver mais de R$ 800 mil aos cofres públicos

O prefeito de Jordão, Elson Farias (PCdoB), foi condenado por irregularidades na prestação de contas da prefeitura referente ao exercício orçamentário financeiro de 2014. O anúncio foi publicada no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado (TCE) desta quinta-feira (5).

Segundo a decisão, o comunista  foi condenado por investimentos menor na Manutenção e Desenvolvimento do Ensino (MDE) no percentual de 21,50%, sendo que o mínimo era de 25%, pelo não cumprimento dos gastos mínimos com a remuneração dos profissionais do magistério sendo despendido o percentual de 41,97% (mínimo de 60%).

Por consequente,o gestor ultrapassou as despesas com pessoal no percentual de 71,34% (máximo de 54%) e ausência de comprovação. Mediante ao exposto, Farias fará a devolução aos cofres da municipalidade no prazo máximo de 60 dias o valor de R$ 857.753,86 em razão da ausência de comprovação de saldo financeiro transferido para o exercício seguinte e terá as pagar multa de R$ 85 mil.

  • POR SAIMO MARTINS, DO CONTILNET.