Ribeirinhos denunciam alto índice de poluição do Rio Juruá

A velha prática do descarte de lixo no meio ambiente tem incomodado os ribeirinhos do Rio Juruá. Segundo eles, a situação coloca a saúde de todos em risco, tendo em vista que o manancial é principal fonte de água.

“As praias estão repletas de lixo e sacolas, porque as pessoas insistem em jogar os dejetos no rio. As pessoas precisam se conscientizar”, destacou Beatriz Inácio da Silva.

Segundo o morador da Comunidade São Luiz, Nilton Costa, o jeito é coletar água da chuva. “Como a nossa comunidade não possui rede de água, o jeito é aparar a água da chuva, pois do rio ninguém pode beber, que é muito suja”.

A educadora ambiental, Damiana Maciel, o descarte dos resíduos sólidos em Cruzeiro do Sul é uma problemática enfrentada pela gestão. “A problemática dos resíduos tem sido um dos nossos grandes gargalos, por isso temos atuado com ação educação ambiental, para coibir esse tipo de prática. Temos inseridos várias escolas nesse trabalho de educação”, explicou.

Por meio da Secretaria de Meio Ambiente, a Prefeitura de Cruzeiro do Sul tem realizado todo um trabalho de educação ambiental junto à população. Tanto nas escolas quanto nas comunidades, a instituição visa conscientizar as pessoas. A gestão investiu recentemente na ampliação e modernização do sistema de depósito de coleta de lixo no município.