Seringueiros do Vale do Juruá vendem quase 8 toneladas de borracha para cooperativa

Os seringueiros de Porto Walter e da cooperativa Nova Cintra estão animados com a venda de borracha para a Cooperativa Coperacre, que compra a R$ 8 o quilo da borracha. O material é encaminhado para fábrica em Sena Madureira, onde fica disponível para o beneficiamento.

Uma carga de cinco toneladas foi vendida pelos produtores de Porto Walter e outra de 2,5 toneladas saíram de Nova Cintra.

Só este ano, a cooperativa cadastrou quase 15 novos produtores, o que já soma 30 produtores na região.

“A nossa expectativa é que muitas pessoas voltem a produzir borracha nesse novo ano. Fizemos muitos cadastros agora”, disse Nancir Júnior, representante da cooperativa Nova Cintra.

Segundo o representante da cooperativa Cooperacre, Valdemir da Costa, as expetativas para 2020 são animadoras. “A Cooperacre está investindo muito na borracha e dando força para os produtores voltarem a produzir. O preço está muito bom e os produtores estão muito animados”.