VazaJato é tema de debate na Aleac

Parlamentares debateram, nesta terça-feira, 11, os vazamentos de conversas entre membros da Operação Lava Jato com o ex-juiz Sérgio Moro. Daniel Zen (PT) fez uma fala efusiva e afirmou que “não se combate corrupção ferindo a constituição”.

Zen ainda declarou que quem “combate à corrupção com crimes de conluio, conchavo e colusão entre a parte acusadora e a parte julgadora é o pior marginal que a sociedade pode produzir”. Finalizou afirmando que “isso é coisa de gente safada. Esse aí não vai pro céu, vai para depois dos nove círculos do inferno de Dante”.

Gerlen Diniz (Progressistas) subiu em seguida e fez a defesa da equipe da Lava Jato, pedindo que primeiro seja julgado o conteúdo das conversas vazadas, e se for comprovado crime, que sejam punidos os envolvidos. Mas também e deu uma cutucada em Zen: “se o moro vai para o Inferno, o Lula já está lá faz tempo”.

Edvaldo Magalhães também falou sobre a #VazaJato. “Domingo, o Brasil começou a ficar diferente. Aqueles que acreditaram na primeira narrativa, terão grandes dificuldades de entender o que aconteceu debaixo dos panos, de ver suas convicções se desmancharem”, declarou.

Foto: Sérgio Vale